Um poema

JOANA
Te levanta Joana,
prá comer banana,
e chupar cajú,
Te levanda,puta,
que a vontade é bruta,
de fuder mais tu.
Há mais de dez anos,
que eu guardo essa cana,
no pé da barriga,
prá comer contigo,
de culhão puxado,
minha rapariga.

De amor inundas,
eu já comi tua bunda,
e ainda quero mais.
Se tu não de lembras
daquele estrepe,
que eu dei contigo
com os ovos prá traz.

SAMBA DO TIU

Ai, ai, ai, que samba bom,
é o samba do tiú,
com três quilos de buceta
e o contra-peso de cu,
ai,ai,ai, que samba bom
o samba só presta assim,
quem tiver bucêta fresca,
traga uns dois quilos prá mim.

Viva o noivo, viva a noiva, a
e quem fez o casamento,
viva tabaco da noiva,
com o pau do noivo dentro,

Com o pau do noivo dentro,
acunhadinho que mem tatu,
e os ovos do lado de fora,
dando pancadas no cú.

Naeno

Este poema foi-me enviado pelo Naeno, que me disse pra não o postar se o achasse pesado. Pra falar a verdade até o acho um pouquinho pesado mas se calhar será por não estar habituado, por isso postei na mesma. Obrigado por me teres enviado isto Naeno. Um abraço pra ti.
Pessoal deixem a vossa opinião sobre o poema.

Abraços e beijinhos

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

3 comentários

  1. rui

     /  21/10/2006

    Na verdade é pesado, mas gostei.
    Até a próxima

  2. Woman

     /  27/10/2006

    Pesadito, é verdade. 😉

  3. abelha

     /  29/07/2011

    pesado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: